A gripe em Portugal. O caso da gripe russa (1889-1890)

Autores/as

DOI:

https://doi.org/10.3989/asclepio.2023.28

Palabras clave:

Gripe, Gripe russa, Portugal, Doença, Epidemias

Resumen


[pt] Este trabalho trata da gripe em Portugal, dando particular destaque à gripe russa. Não será abordada a “gripe espanhola”, dada a profusão de estudos já publicados nos últimos anos sobre esta pandemia. O nosso objetivo consiste em mostrar a antiguidade da doença em Portugal, bem como a sua recorrência ao longo dos séculos, incluindo na contemporaneidade, quando a gripe alcançou maior incidência. Os periódicos e as publicações médicas são a principal base do nosso trabalho, que pretende ser um contributo para o estudo de uma doença que não tem merecido a atenção que, decerto, é devida, designadamente da parte da História.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Citas

Andrade, Helena Rebelo de (2005), “Vigilância epidemiológica da gripe em Portugal”, Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, 21(4), pp. 379-388.

Araújo, Maria Marta Lobo de (2010), A Misericórdia de Vila Viçosa de finais do Antigo Regime à República, Braga, Santa Casa da Misericórdia.

Beveridge, William Ian Beardmore (1977), Influenza: the last great plague, London, Heinemann.

Beveridge, William Ian Beardmore (1991), “The Chronicle of Influenza Epidemics”, History and Philosophy of the Life Sciences, 13(2), pp. 223-234, disponível em http://www.jstor.org/stable/23331022, [acedido a 6/5/2022]

Byrne, Katherine (2011), Tuberculosis and the Victorian Literary Imagination, Cambridge, Cambridge University Press.

Castro, António Augusto (1892), A gripe ou influenza, Porto, Typographia de Pereira & Cunha.

Castro Júnior, Francisco Neves de (1899), Duas palavras sobre a gripe e seus epifenómenos, Porto, Typographia Occidental.

Cohn, Samuel (2018), Epidemics: Hate and Compassion from the plague of Athens to AIDS, Oxford, Oxford University Press.

Costa, Lígia; Merchan-Haman, Edgar (2016), “Pandemias de influenza e a estrutura sanitária brasileira: breve histórico e caraterização do cenário”, Revista Pan-Amaz Saúde. 7 (1), pp. 11-25.

Diamantino, Ana Maria (2016), “Os hospitais e a assistência aos doentes em Coruche no século XIX e princípio do século XX”, História, Revista da FLUP, IV Série, Vol. 6, Porto, Faculdade de Letras da Universidade do Porto, pp. 213-230.

Erkoneka, Anton; Hernando-Pérez, Josu; Ayllon, Juan (2022), “Coronavirus as the possible causative agent of the 1889-1894 Pandemic”, Infectious disease reports, n.º 14, pp. 453-469.

Esteves, Alexandra (2014), “A pandemia silenciada: o impacto da pneumónica em alguns concelhos do Alto Minho”, CEM. Cultura, Espaço e Memória, n.º 5, Porto, CITCEM, pp. 165-181.

Esteves, Alexandra (2015), “A assistência à doença no Alto Minho oitocentista: o caso do hospital de Nossa Senhora da Visitação de Caminha”, Asclepio, 67 (1), p083.

Esteves, Alexandra (2021), “As epidemias em Portugal nos inícios do século XX: um olhar através da imprensa periódica”, Em: Ana Paula Korndörfer; Cristiano Enrique de Brum; Daiane Rossi; Eliane Cristina Deckmann Fleck (orgs.), Em tempos de pandemia: reflexões necessárias sobre saúde e doenças no passado e no presente, São Leopoldo, Oikos, pp. 151-173.

Esteves, Alexandra (2022), “O quadro hospitalar do Portugal oitocentista”, Em: Araújo, Maria Marta Lobo de (coord.), Os hospitais portugueses: da Idade Média aos dias de hoje, Vila Nova de Famalicão, Húmus, pp. 171-196.

Fernandes, Paula Sofia (2016), O Hospital e a Botica da Misericórdia de Penafiel (1600-1850), Penafiel, Santa Casa da Misericórdia de Penafiel.

Ferreira, Antero; Oliveira, Célia; Silva, Fátima; Ferreira, Tânia (2021), “A pandemia de influenza de 1889-1890 na região do Minho: O caso de Guimarães”, Revista CEM, Cultura, Espaço e Memória, n.º 13, pp. 125-141.

Garcia Ferrero, Sara (2018), La gripe de 1889-1890 en Madrid. Universidad Complutense de Madrid, Faculdad de Ciências Políticas y Sociologia. Tese de Doutoramento.

George, Francisco (2013), “História da Gripe”, Em: Almeida, Fernando Maltez e Ramalho (ed.). História das Doenças Infeciosas; (Em: https://www.dgs.pt/ficheiros-de-upload-2013/publicacoes-de-francisco-george-historia-da-gripe-pdf.aspx), [acedido 24/4/2022].

George, Francisco (2014), História da Gripe, Direção Geral de Saúde, disponível em: https://www.dgs.pt/ficheiros-de-upload-2013/publicacoes-de-francisco-george-historia-da-gripe-pdf.aspx, [acedido a 27/4/2022].

Ghendon, Youri (1994), “Introduction to Pandemic Influenza through History”. European Journal of Epidemiology, 10 (4), pp. 451-453, disponível em: http://www.jstor.org/stable/3520976, [acedido em 27/3/2022].

Harrison, Mark (2005), Disease and the Modern World. 1500 to the present day, Cambridge, Polity Press.

Kempińska-Mirosławska, Bogumila; Woźniak-Kosek, Agnieszka (2013), “The influenza epidemic of 1889-90 in selected European cities - a picture based on the reports of two Poznań daily newspapers from the second half of the nineteenth century”, Medical History, vol. 19, pp. 1131-1141.

Lopes, Maria Antónia (2010), Proteção Social em Portugal, na Idade Moderna, Coimbra, Imprensa da Universidade de Coimbra.

Madeira, Affonso Henriques Malheiro (1921), A gripe, Estudo de Epidemiologia. Porto: Tipografia Vasconcelos.

Maia, Celestino da Costa (1920), Estudo clínico da gripe epidémica, Porto, Enciclopédia Portuguesa.

Potter, Christopher. W (2001), “A history of influenza”, Journal Applied Microbiology. Oct; 91(4), pp. 572-579.

Silva, Ana Isabel Coelho Pires da (2017), Assistência Social em Portugal na Monarquia Constitucional (1834-1910): da doutrina política à prática no Alto Alentejo, Coimbra, Universidade de Coimbra.

Soares, António Augusto de Castro (1892), A gripe ou influenza, Porto, Typographia de Pereira & Cunha.

Torres, César Augusto Fernandes (1920), Considerações sobre a Gripe, Porto, Enciclopédia Portuguesa.

Ujvari, Stefan Cunha (2014), A História da Humanidade contada pelos vírus, bactérias, parasitas e outros microorganismos, São Paulo, Contexto.

Vieira, Alfredo (1899), Modalidades clínicas da gripe, Porto, s. n.

Vieira, Ismael Cerqueira (2011), “Alguns aspectos das campanhas antituberculosas em Portugal: os congressos da Liga nacional contra a tuberculose (1901-1907)”, CEM-Cultura, Espaço & Memória, Porto, n.º 2, pp. 265-279.

Vieira, Ismael Cerqueira (2016), Conhecer, Tratar e Combater a “Peste Branca”. A Tisiologia e a luta contra a tuberculose em Portugal (1853-1975), Porto, Edições Afrontamento.

Vögele, Jörg; Rittershaus, Luisa; Schuler, Katarina (2021), “Epidemics and Pandemics - the Historical Perspective. Introduction”. Historical Social Research / Historische Sozialforschung. Supplement, 33, pp. 7-33. disponível em: https://www.jstor.org/stable/27087273, [acedido em 15/4/2022]

Publicado

2023-12-11

Cómo citar

Lopes Esteves, A. P., & Faria Pinto, S. D. (2023). A gripe em Portugal. O caso da gripe russa (1889-1890). Asclepio, 75(2), e28. https://doi.org/10.3989/asclepio.2023.28

Número

Sección

Estudios