The International Health Division of the Rockefeller Foundation and the training of health professionals in Brazil: the case of Olympio da Fonseca (1920s)

Autores/as

DOI:

https://doi.org/10.3989/asclepio.2021.11

Palabras clave:

Fundação Rockefeller, Bolsas de estudos, Profissionais de saúde, Brasil, Olympio da Fonseca

Resumen


[pt] Nossa proposta, neste artigo, é discutir a atuação da International Health Division (IHD) da Fundação Rockefeller (FR) na formação de pessoal para a saúde através do programa de concessão de bolsas de estudos da instituição filantrópica norte-americana e, mais especificamente, a atuação da Fundação na formação de profissionais vinculados ao Brasil, destacando o caso de Olympio da Fonseca. Olympio da Fonseca foi um importante pesquisador brasileiro. Entre os cargos ocupados por Fonseca, podemos destacar a direção do Instituto Oswaldo Cruz, entre 1949 e 1953, e a organização e direção do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (1954-1955). Diversas fontes nos permitem refletir sobre a trajetória profissional do médico e sua formação a partir da bolsa da FR, como a ficha produzida pela Fundação (Fellowship card) e uma entrevista concedida por Olympio da Fonseca ao Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC) da Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 1977.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Citas

Benchimol, Jaime L. (2003), “Adolpho Lutz: um esboço biográfico”, História, Ciências, Saúde - Manguinhos, 10 (1), pp. 13-83.

Birn, Anne-Emanuelle (2006), Marriage of convenience: Rockefeller International Health and revolutionary Mexico, Rochester, University of Rochester Press.

Burke, Peter (2012), Uma história social do conhecimento - II: da Enciclopédia à Wikipédia, Rio de Janeiro: Zahar.

Castro Santos, Luiz Antonio de; Faria, Lina (2003), A reforma sanitária no Brasil: ecos da Primeira República, Bragança Paulista, EDUSF.

Castro Santos, Luiz Antonio de; Faria, Lina (2004), “A cooperação internacional e a enfermagem de saúde pública no Rio de Janeiro e São Paulo”, Horizontes, 22 (2), pp. 123-150.

Cueto, Marcos (ed.) (1994), Missionaries of science: the Rockefeller Foundation and Latin America, Bloomington, Indiana University Press.

Cueto, Marcos; Palmer, Steven (2015), Medicine and Public Health in Latin America: a history, New York, Cambridge University Press.

Faria, Lina (2007), Saúde e Política: a Fundação Rockefeller e seus parceiros em São Paulo, Rio de Janeiro, Editora Fiocruz.

Faria, Lina; Costa, Maria Conceição da (2006). “Cooperação Científica Internacional: Estilos de Atuação da Fundação Rockefeller e da Fundação Ford”, Dados - Revista de Ciências Sociais, 49 (1), pp. 159-191.

Farley, John (2004), To cast out disease: a history of the International Health Division of the Rockefeller Foundation (1913-1951), Nova York, Oxford University Press.

Fee, Elizabeth (1987), Disease and Discovery: a History of the Johns Hopkins School of Hygiene and Public Health, 1916-1939, Baltimore, The Johns Hopkins University Press.

Fonseca Filho, Olympio Oliveira Ribeiro da (1985), Olympio Oliveira Ribeiro da Fonseca (depoimento, 1977). Rio de Janeiro, FGV/CPDOC - História Oral.

Kitamura, Kanehico (1957), “In memoriam Masao Ota (1885-1945)”. Mycopathologia, 8 (2), pp. 164-167.

Korndörfer, Ana Paula (2013), “An international problem of serious proportions”: A cooperação entre a Fundação Rockefeller e o governo do estado do Rio Grande do Sul no combate à ancilostomíase e seus desdobramentos (1919-1929)”, Porto Alegre, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul: tese em História.

Löwy, Ilana (2006), Vírus, mosquitos e modernidade: a febre amarela no Brasil entre ciência e política, tradução de Irene Ernest Dias, Rio de Janeiro, Editora Fiocruz.

Marinho, Maria Gabriela S. M. C (2001), Norte-americanos no Brasil: uma história da Fundação Rockefeller na Universidade de São Paulo (1934-1952), Campinas, São Paulo, Autores Associados; São Paulo, Universidade São Francisco, 2001.

Neufeld, Paulo Murillo (2018), “Personagem da História da Saúde IV: Raymond Sabouraud”, Revista Brasileira de Análises Clínicas, 50 (4), [online], available at: http://www.rbac.org.br/artigos/volume-50-no-4-editorial/, [accessed 02/04/2020].

Palmer, Steven (2010), Launching global health: the Caribbean odyssey of the Rockefeller Foundation, Ann Arbor, The University of Michigan Press, 2010.

Rasmussen, Anne (2007). “Réparer, réconcilier, oublier: enjeux et mithes de la démobilisation scientifique, 1918-1925”, Histoire@Politique. Politique, culture, societé, Paris, 3, pp. 1-14.

Publicado

2021-06-24

Cómo citar

Korndörfer, A. P. . (2021). The International Health Division of the Rockefeller Foundation and the training of health professionals in Brazil: the case of Olympio da Fonseca (1920s). Asclepio, 73(1), p345. https://doi.org/10.3989/asclepio.2021.11

Número

Sección

Estudios