Asclepio, Vol 71, No 1 (2019)

O 'retrato' do hospital da Misericórdia de Vila Viçosa (Portugal) em 1870


https://doi.org/10.3989/asclepio.2019.03

Maria Marta Lobo de Araújo
Universidade do Minho, Portugal
orcid http://orcid.org/0000-0002-6199-8033

Resumen


[pt] O nosso estudo analisa o hospital da Misericórdia de Vila Viçosa em 1870 com base na descrição elaborada pelo administrador do concelho nessa data. Os elementos fornecidos procuram conhecer a instituição a que está ligado –a Misericórdia–, e contribuir para uma melhor administração.
Com base nesta fonte é possível conhecer o hospital, bem como a política seguida pela confraria no tocante à saúde. O seu estudo dá a conhecer o funcionamento da instituição, desde os seus espaços aos doentes, apresentando um hospital Municipal de traça quinhentista, embora adaptado às necessidades do século XIX.
Integra ainda as sugestões do administrador do concelho, embora estas não sejam implementadas devido à escassez de receitas com que o hospital se debatia, as quais eram as responsáveis pelo estado de degradação em que alguns dos seus espaços se encontravam, mas sobretudo pelo corte no internamento de doentes e da assistência aos que se curavam em suas casas.

Palabras clave


complexo hospitalar; doentes; Misericórdia; Vila Viçosa

Texto completo:


HTML PDF XML

Referencias


Abreu, Laurinda (1999), Memórias da Alma e do Corpo. A Misericórdia de Setúbal na Modernidade, Viseu, Palimage Editores.

Abreu, Laurinda (2009), "A Misericórdia de Lisboa, o Hospital Real e os insanos: notas para uma introdução". En: Museu São João de Deus: Psiquiatria e História, Lisboa, Província Portuguesa da Ordem Hospitaleira de São João de Deus, pp. 109-114.

Abreu, Laurinda (2013), Pina Manique. Um Reformador no Portugal das Luzes, Lisboa, Gradiva.

Araújo, Maria Marta Lobo de (2000), Dar aos pobres e emprestar a Deus: as Misericórdias de Vila Viçosa e Ponte de Lima (séculos XVI-XVIII), Barcelos, Santa Casa da Misericórdia de Vila Viçosa; Santa Casa da Misericórdia de Ponte de Lima.

Araújo, Maria Marta Lobo de (2003), "O hospital do Espírito Santo de Portel na Época Moderna". Cadernos do Noroeste. Série História 3, 20 (1-2), pp. 341-409.

Araújo, Maria Marta Lobo de (2010), A Misericórdia de Vila Viçosa: de finais do Antigo Regime à República, Braga, Santa Casa da Misericórdia de Vila Viçosa.

Bonifácio, Maria de Fátima (2010), A Monarquia Constitucional 1807-1910, Lisboa, Texto Editora.

Catroga, Fernando (1993), "Morte romântica e religiosidade cívica". En: Mattoso, José (Dir.), História de Portugal, quinto volume, Lisboa, Círculo de Leitores, pp. 595-608.

Correia, Fernando da Silva (1943), "Os Hospitais Medievais Portugueses". A Medicina Contemporânea, ano LXI, nº 12, pp. 180-190.

Cunha, Mafalda Soares da (2000), A Casa de Bragança 1560- 1640. Práticas senhoriais e redes clientelares, Lisboa, Editorial Estampa.

Espanca, Joaquim José da Rocha (1892), Compendio de Noticias de Villa Viçosa, Redondo, Typographia F. Carvalho.

Espanca, José Joaquim da Rocha (1985), Memórias de Vila Viçosa, nº 24, Vila Viçosa, Câmara Municipal se Vila Viçosa.

Esteves, Alexandra (2012), "La enfermedad como elemento de discriminación social en el Norte de Portugal, a finales del siglo XIX y princípios del XX". Estudios Humanísticos. Historia, nº 11, 2012, pp. 298-308.

Esteves, Alexandra (2015), "A assistência à doença no Alto Minho oitocentista: o caso do hospital de Nossa Senhora da Visitação de Caminha". Asclepio. Revista de História de la Medicina y de la Ciência, nº 67 (1), pp. 1-9. https://doi.org/10.3989/asclepio.2015.09

Lopes, Maria Antónia (2002), "As Misericórdias de D. José ao final do século XX". En: Paiva, José Pedro (coordenador científico), Portugaliae Monumenta Misericordiarum, vol. I, Lisboa, Centro de Estudos de História Religiosa; União das Misericórdias Portuguesas, pp. 79-117.

Lopes, Maria Antónia (2008), "A Intervenção da Coroa nas Instituições de Protecção Social". Revista de História das Ideias, vol. 29, pp. 131-176. https://doi.org/10.14195/2183-8925_29_5

Magalhães, Vera (2011), O Hospital Novo da Misericórdia de Viseu. Assistência, poder e imagem, Viseu, Santa Casa da Misericórdia de Viseu.

Oliveira, Luísa Tiago (1992), A saúde pública no vintismo, Lisboa, Ed. Sá da Costa.

Pacheco, António Fernando Bento (2008), De Todos-os-Santos a São José. Textos e contextos do esprital grande de Lixboa, Lisboa, Universidade Nova de Lisboa, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, dis. de mestrado policopiada.

Pereira, Ana Leonor (1986), "A institucionalização da loucura em Portugal". Revista Crítica de Ciências Sociais, nº 21, pp. 87-88.

Pereira, Pedro Teixeira; Gomes, Eva; Martins, Olga (2005), "A alienação no Porto: o hospital de alienados do Conde de Ferreira (1883-1908)". Revista da Faculdade de Letras. História, Porto, III série, vol. 6, pp. 86-103.

Pereira, Ana Leonor; Pita, João Rui (2011), "A higiene: da higiene das habitações ao asseio pessoal". En: Mattoso, José (dir.), História da vida privada em Portugal. A Época Contemporânea, Lisboa, Círculo de Leitores, pp. 92-116.

Picão, José da Silva (1983), Através dos campos. Usos e costumes agrícolo-alentejanos, Lisboa, Publicações Dom Quixote.

Pichot P., Fernandes, Barahona (1984), Um século de Psiquiatria e a Psiquiatria em Portugal, Lisboa, Roche.

Rocha, Maria Manuela (1991), "Níveis de fortuna e estruturas patrimoniais no Alentejo: Monsaraz, 1800-1850". Análise Social, vol. XXVI, (112-113), pp. 629-651.

Sá, Isabel dos Guimarães (1996), "Os hospitais portugueses entre a assistência medieval e a intensificação dos cuidados médicos no período moderno". En: Congresso Comemorativo do V Centenário da Fundação do Hospital Real do Espírito Santo de Évora. Actas, Évora, Hospital do Espírito Santo, pp. 87-103.

Rosen, Gorge (1974), Locura y sociedad. Sociología histórica de la enfermedad mental, Madrid, Alianza Editorial.

Teixeira, Manuel C. (2007), "A evolução urbana de Vila Viçosa". Monumentos, nº 27, pp. 19-24.

Tropé, Hélène (1994), Loucura y sociedad en la Valencia de los siglos XV al XVII, València, Diputación de València.




Copyright (c) 2019 Consejo Superior de Investigaciones Científicas (CSIC)

Licencia de Creative Commons
Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento 4.0 Internacional.


Contacte con la revista asclepio.cchs@cchs.csic.es

Soporte técnico soporte.tecnico.revistas@csic.es