Asclepio, Vol 69, No 2 (2017)

“Estou no Hospício, Deus”: problematizações sobre a loucura, o hospício e a psiquiatria no diário de Maura Lopes Cançado (Brasil, 1959-60)


https://doi.org/10.3989/asclepio.2017.19

Yonissa Wadi
Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Brasil
orcid http://orcid.org/0000-0002-0224-8478

Resumen


[pt] A escritora Maura Lopes Cançado circulou no mundo dos hospitais psiquiátricos entre as décadas de 1950, 1960 e 1970. Em uma de suas internações (1959-1960), a terceira no Centro Psiquiátrico Nacional, complexo hospitalar da cidade do Rio de Janeiro, escreveu um diário que foi posteriormente publicado como o livro Hospício é Deus-Diário I. A aliança entre o vivido e a ficção, na qual transitou a narradora em seu diário, criou uma obra ímpar na perspectiva dos comentadores acadêmicos e críticos literários. No campo da história da loucura e da psiquiatria, sua obra oferece possibilidades novas de compreensão da configuração da assistência psiquiátrica, das práticas científicas e terapêuticas e dos diversos sujeitos que circularam no mundo dos hospitais psiquiátricos brasileiros, na década de 1950, operando um deslocamento em relação aos lugares tradicionais de enunciação que conhecemos. Neste artigo, escolhi observar as problematizações de Maura sobre o cotidiano institucional e o próprio ato da escrita de um diário, que oscilam entre ensinar os outros e cuidar de si. Realizei portanto, uma análise enunciativa da narrativa, que valoriza as coisas ditas por ela como uma das verdades sobre o hospital psiquiátrico, a ciência médica e suas práticas, os loucos e a loucura.

Palabras clave


Maura Lopes Cançado; diário; loucura; psiquiatria; hospital psiquiátrico

Texto completo:


HTML PDF XML

Referencias


Arantes, Marco Antonio (2008), “Hospício de doutores”, História, Ciências, Saúde – Manguinhos, 15 (1), pp.35-52, [en línea], disponible en: http://www.scielo.br/pdf/hcsm/v15n1/04.pdf [consultado el 03/02/2017]

Autran, Margarida (1991), “Posfácio: Ninguém visita a interna do cubículo 2”. En: Cançado, Maura Lopes, Hospício é Deus, 3. ed., São Paulo, Círculo do Livro, pp. 185-189.

Assis Brasil, Francisco de (1973), A Nova Literatura III – O Conto. História Crítica da Literatura Brasileira, Rio de Janeiro, Americana, Brasília, INL.

Barreto, Lima (2010), Cemitério dos Vivos; Diário do Hospício, São Paulo, Cosac Naify.

Barthes, Roland (1982), Crítica e verdade, São Paulo, Perspectiva.

Braga, André Luiz de Carvalho (2013), O Serviço Nacional de Doenças Mentais no governo JK: a assistência psiquiátrica para o Distrito Federal, Dissertação de Mestrado, Rio de Janeiro, Fundação Oswaldo Cruz, Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde, [en línea], disponible en: http://ppghcs.coc.fiocruz.br/images/dissertacoes/dissertacao_andre_braga.pdf. [consultado el 02/12/2016].

Borges, Viviane Trindade (2010), Do esquecimento ao tombamento: a invenção de Arthur Bispo do Rosário, Tese de Doutorado, Porto Alegre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Programa de Pós-Graduação em História.

Bosi, Alfredo (2010), “Prefácio: O Cemitério dos Vivos: testemunho e ficção”. En: Barreto, Lima, Cemitério dos Vivos; Diário do Hospício, São Paulo, Cosac Naify, pp.11-39.

Cançado, Maura Lopes (1991), Hospício é Deus. Diário I. 3. ed., São Paulo, Círculo do Livro.

Cançado, Maura Lopes (1968), O sofredor do ver, Rio de Janeiro, José Alvaro Editor.

Cordeiro, Solange (2014), Discurso e escrita de si na obra Hospício é Deus de Maura Lopes Cançado, Dissertação de Mestrado, Marechal Cândido Rondon, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Programa de Pós-Graduação em História, Poder e Práticas Sociais.

Dias, Paula Barros (2003), Arte, Loucura e Ciência no Brasil: as origens do Museu de Imagens do Inconsciente, Dissertação de Mestrado, Rio de Janeiro, Fundação Oswaldo Cruz, Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde, [en línea], disponible en: http://www.ppghcs.coc.fiocruz. br/images teses/diaspb.pdf [consultado el 02/12/2016]

Foucault, Michel (1987), Arqueologia do Saber, 3. ed., Rio de Janeiro, Forense Universitária.

Foucault, Michel (1992), “A escrita de si”. En: Foucault, Michel. O que é um autor?, Lisboa, Vegas, Passagens, pp. 127-160.

Foucault, Michel. (2006a), “Polêmica, política e problematizações”. En: Foucault, Michel. Ditos e escritos V: Ética, sexualidade, política, 2. ed., Rio de Janeiro, Forense Universitária, pp. 225-233.

Foucault, Michel (2006b), “A ética do cuidado de si como prática da liberdade”. En: Foucault, Michel. Ditos e escritos V: Ética, sexualidade, política, 2. ed., Rio de Janeiro, Forense Universitária, pp. 264-287.

Goffman, Erving (1999), Manicômios, prisões e conventos, 9. ed., São Paulo, Perspectiva.

Hidalgo, Luciana (2008), Literatura da urgência: Lima Barreto no domínio da loucura, São Paulo, Annablume.

Jorge, Marco Aurelio Soares (1997), Engenho dentro de casa: sobre a construção de um serviço de atenção diária em saúde mental, Dissertação de Mestrado, Rio de Janeiro, Fundação Oswaldo Cruz, Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública, [en línea], disponible en: http://portalteses.icict. fiocruz.br/pdf/FIOCRUZ/1997/jorgemasm/capa.pdf [consultado el 02/12/2016]

Leão, Rodrigo de Souza (2010), Todos os Cachorros são Azuis, 2. ed., Rio de Janeiro, 7Letras.

Meireles, Murilo (2016), “Perfil biográfico”. En: Cançado, Maura Lopes. Hospício é Deus. Diário I., 5. ed., Belo Horizonte, Autêntica Editora, pp.203-227.

Melo, Walter (2001), Nise da Silveira, Rio de Janeiro/Brasília, Imago/CPF.

Mello, Luiz Carlos (2014), Nise da Silveira, caminhos de uma psiquiatra rebelde, Rio de Janeiro, Automática Edições Ltda.

Muñoz, Pedro Felipe Neves de (2010), Degeneração atípica: uma incursão ao arquivo de Elza. Dissertação de Mestrado, Rio de Janeiro, Fundação Oswaldo Cruz, Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde, [en línea], disponible en: http://www.ppghcs.coc.fiocruz.br/ images/teses/dissertacao_pedromunoz.pdf [consultado el 07/02/2017]

Musili, Célia (2014), Literatura e loucura, a transcendência pela palavra. Dissertação de Mestrado, Campinas, Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, [en línea], disponible en: http://repositorio. unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269874 [consultado el 02/02/2017]

Parteka, Thamara (2016), Rodrigo de Souza Leão: esquizofrenia e literatura na composição da vida como obra de arte (Rio de Janeiro, 1985-2009), Dissertação de Mestrado, Marechal Cândido Rondon, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Programa de Pós-Graduação em História, Poder e Práticas Sociais, [en línea], disponible en: http://tede.unioeste. br/handle/tede/1735 [consultado el 01/02/2017]

Santos, Nádia Maria Weber (2005), Histórias de vidas ausentes: a tênue fronteira entre a saúde e a doença mental, Passo Fundo, Ed. da UPF.

Santos, Nádia Maria Weber (2008), Narrativas da loucura e histórias de sensibilidades, Porto Alegre, Editora da UFRGS.

Scaramella, Maria Luisa (2010), Narrativas e sobreposições: notas sobre Maura Lopes Cançado, Tese de Doutorado, Campinas, Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, [en línea], disponible en: http:// repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/280706 [consultado el 01/02/2017]

Scaramella, Maria Luisa (2015), “Fragmentos da vida de Maura Lopes Cançado: ou sobre os modelos e práticas de instituições psiquiátricas no Brasil entre as décadas de 1950 e 1980”. En: Silva, I. C. da, Pignatelli, M., Viegas, S. de M. (eds.), Livro de Atas do 1º Congresso da Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas em Língua Portuguesa, Lisboa, Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas em Língua Portuguesa, pp. 1077-1094, [en línea], disponible en: http://hdl.handle.net/10451/20797 [consultad el 07/02/207]

Silva, Gislene Maria Barral Lima Felipe da (2008). Olhando sobre o muro: Representações de loucos na literatura brasileira contemporânea, Tese de Doutorado, Brasília-DF, Universidade de Brasília, Programa de Pós- Graduação em Literatura, [en línea], disponible en: http://repositorio.unb.br/handle/10482/1679 [consultado el 01/02/2017]

Silva, Gislene Maria Barral Lima Felipe da (2011), “Literatura, loucura e autoria feminina: Maura Lopes Cançado em sua autorrepresentação da escritora louca”, Pontos de Interrogação, 1(1), pp. 87-100, [en línea], disponible en: http:// www.poscritica.uneb.br/revistaponti/arquivos/v1n1/07-LITERATURA-LOUCURA-E-AUTORIA-revistaponti-vol-n1.pdf [consultado el 07/02/2017]

Silveira, Nise (1980), Museu de Imagens do Inconsciente, Rio de Janeiro, Funarte.

Silveira, Nise (1966). “Vinte anos de terapêutica ocupacional em Engenho de Dentro (1946-1966)”. Revista Brasileira de Saúde Mental, 5 (XII), Rio de Janeiro, pp. 18-159, p. 47, no editado.

Silveira, Nise da (2015), Imagens do inconsciente, 5. ed., Petrópolis, Vozes.

Telles, Norma (2008), “Cidade triste”. En: Anais do Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder, Florianópolis, UFSC, s.p., [en línea], disponible en: http://www.fazendogenero. ufsc.br/8/sts/ST14/Norma_Telles_14.pdf [consultado el: 01/03/2017]

Wadi, Yonissa Marmitt (2009), A história de Pierina: subjetividade, crime e loucura, Uberlândia, EDUFU.

Wadi, Yonissa Marmitt (2010), “Um lugar (im)possível: narrativas sobre o viver em espaços de internamento”. En: Wadi, Yonissa Marmitt; Santos, Nádia Maria Weber (org.) História e Loucura: saberes, práticas e narrativas, Uberlândia, EDUFU, pp. 331-362.

Wadi, Yonissa Marmitt (2011), “Entre muros: os loucos contam o hospício”, Topoi, 12, pp. 250-269.

Wadi, Yonissa M. y Zara, Telma Beiser de Melo (2016), “Problematizando o mundo: vida institucional e subjetivação no ‘falatório’ de Stela do Patrocínio”. En: Wadi, Yonissa M. (org.), Narrativas sobre loucuras, sofrimentos e traumas, Curitiba, Máquina de Escrever, pp. 65-91.

Zara, Telma Beiser de Melo (2014), Me transformei com esse falatório todinho: cotidiano institucional e processo de subjetivação em Stela do Patrocínio, Dissertação de Mestrado, Toledo, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Programa de Pós-Graduação em em Ciências Sociais, [en línea], disponible en: http://portalpos.unioeste.br/media/File/ ciencias_sociais/Disserta%C3%A7%C3%A3o(5).pdf [consultado el 01/02/2017]




Copyright (c) 2017 Consejo Superior de Investigaciones Científicas (CSIC)

Licencia de Creative Commons
Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento 4.0 Internacional.


Contacte con la revista asclepio.cchs@cchs.csic.es

Soporte técnico soporte.tecnico.revistas@csic.es